Mais de 430.000 hectares de área florestal já arderam na União Europeia (UE) este ano, ou seja, o dobro do habitual até esta altura.

Os dados divulgados pela Comissão Europeia revelam que os incêndios têm vindo a piorar e nesta época de incêndios o serviço de satélite Copernicus (programa europeu para a observação da Terra) foi solicitado 30 vezes para incêndios florestais em todo o mundo.

Outro apoio que a UE pode dar aos seus países e parceiros assenta na activação do Mecanismo Europeu de Protecção Civil, que, “ao longo dos últimos 10 anos, já respondeu a mais de 40 emergências de incêndios florestais em grande escala”.

Para piorar a situação já delicada dos incêndios na UE, algumas regiões da Grécia, Espanha e Itália têm vindo a enfrentar severas ondas de calor.

No que diz respeito a Portugal, encontra-se aparentemente em contra-ciclo, já que os dados indicam que entre 1 de Janeiro e 18 de Agosto deste ano arderam 22.542 hectares de matos e floresta, o que equivale a menos cerca de 60% da média de área ardida no mesmo período entre 2008 e 2020 no País.


20-08-2021

Pesquisar

Subscrição de Newsletter
Subscreva a nossa newsletter e fique informado sobre vários temas da sua área de interesse.

Nome:
Email:
"Melhorar a Informação, Promover o Futuro" Operação 2.1.4 Ações de Informação
Ficha de Projecto
©InforCNA 2017 - desenvolvido por Softimbra2, Agroinformática