A bactéria Xylella fastidiosa, que ataca oliveiras e amendoeiras, chegou a Portugal, concretamente a Vila Nova de Gaia, “à boleia” de plantas ornamentais do género Lavandula, vulgarmente conhecidas por “lavanda”, mas que não apresentam sintomatologia da doença.


A Direcção-Geral de Alimentação e Veterinária informa que as autoridades nacionais desencadearam já todas as acções recomendadas, tendo em vista a identificação e contenção da situação e que vão prosseguir, ao longo dos próximos dias, os trabalhos de levantamento de plantas sensíveis num raio de 100 metros (denominada zona infectada) e a respectiva colheita de amostras, sublinhando que também terá início o processo de identificação da flora sensível ao agente bacteriano num raio de 5 km (considerada a zona tampão), que será levado a cabo em colaboração com o Instituto de Conservação da Natureza e Florestas (ICNF) e com as Câmaras Municipais de Vila Nova de Gaia e de Gondomar. Vai ainda ser divulgado um Edital referente à Zona Demarcada, constituída pela zona infectada e pela zona tampão, identificando a área em causa.

Leia em anexo a nota à comunicação social.




29-01-2019

"Melhorar a Informação, Promover o Futuro" Operação 2.1.4 Ações de Informação
Ficha de Projecto
©InforCNA 2017 - desenvolvido por Softimbra2, Agroinformática