O percevejo-asiático (Halyomorpha halys) é originário da Ásia e tem vindo a instalar-se progressivamente na América do Norte e na Europa. Foi detectado, em 2019, na região centro (Pombal), como também em Sevilha e Valência. Caracterizam-se por serem castanhos marmoreados, medem entre 12 a 17 milímetros, apresentam duas bandas claras nas antenas e veios escuros nas extremidades das asas. Este insecto é sugador e tem a capacidade de injectar sucos gástricos e digerir várias espécies de culturas agrícolas e de


O clima em Portugal é ameno e seco, o que é bastante favorável para esta espécie proliferar e o Algarve será seguramente uma das zonas mais afectadas, como também toda a região do Oeste, mas será transversal em todo o país.  

Estão mais activos de Março a Novembro e após esta altura, procuram abrigo nas fendas em edifícios, barracões e zonas mais sombrias para hibernar e aglomeram-se em grandes quantidades no local. Não apresenta riscos directos para os humanos, mas quando esmagados, libertam um odor persistente e nefasto. 

O seu ciclo de reprodução é muito rápido: cada fêmea pode colocar cerca de 400 ovos entre Julho e Agosto, sendo que o seu desenvolvimento até ao estado adulto dura apenas 50 dias. 

Ainda não foi descoberto um método de controlo eficaz e, na verdade, não é fácil eliminar estes insectos. A melhor forma de os remover, nesta altura, é aspirando ou regando-os. O controlo biológico (introduzir parasitas que os poderão eliminar) está a ser pensado, mas isso traz implicações éticas, uma vez que esses parasitas podem prejudicar outras culturas e outros insectos que são inofensivos. 

Apela-se à população, sobretudo aos agricultores, para, à mínima suspeita de terem avistado um percevejo asiático, comunicarem a situação e enviarem fotografias do exemplar para o grupo de Facebook ''Percevejo asiático (Halyomorpha halys) PT'' ou através do e-mail h.halys.i9k@gmail.com.


31-10-2019
 

"Melhorar a Informação, Promover o Futuro" Operação 2.1.4 Ações de Informação
Ficha de Projecto
©InforCNA 2017 - desenvolvido por Softimbra2, Agroinformática